Furto de hidrômetros em Porto Velho causam prejuízo de R$ 1 milhão em 2021, diz Caerd

Mais de seis mil furtos foram registrados no ano passado. Caerd diz trabalhar em alternativas para combater os crimes.

Porto Velho, RO - 
A Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd) informou, nesta terça-feira (25), que foram furtados mais de seis mil hidrômetros em Porto Velho em 2021. Os crimes causaram um prejuízo de R$ 1 milhão à empresa.

O hidrômetro é um equipamento usado para medir o consumo de água em casas, comércios e indústrias.

Segundo a Caerd, nos últimos meses o registro de furtos tem aumentado. A principal suspeita da empresa é que os objetos são vendidos para empresas que reciclam plástico e metal. Os casos são investigados pela Polícia Civil.

A companhia alerta a população para colocar proteção nos hidrômetros para evitar possíveis furtos. Caso o crime não seja evitado, é possível auxiliar denunciando e apresentando provas para ajudar na identificação de suspeitos durante as investigações, como imagens de câmeras de segurança.

A empresa também informou que trabalha em alternativas para auxiliar a população, como abater da taxa de água o valor utilizado para proteger o hidrômetro.

"Esse é um bem público e pessoas estão furtando. Ainda não conseguimos ter uma linha de investigação com relação a: ser um grupo ou terceiros de forma individual", comenta o diretor técnico e operacional da Caerd, Lauro Fernandes.

Fonte: G1/RO
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem