Liminar afasta servidores da Sejus suspeitos de beneficiarem presos em Jaru



PORTO VELHO, RO - A 3ª Promotoria de Justiça de Jaru obteve uma liminar, concedida pela Vara Criminal daquela Comarca nesta quarta-feira (9), determinando o afastamento das atividades de policiais penais, entre eles, o ex-gerente regional da Sejus, assim como a proibição de contato entre eles e com testemunhas.

De acordo com o Ministério Público, trata-se de uma ação em continuidade à operação deflagrada no ano passado, que investigou organização orquestrada pelos agentes públicos, responsável por concessão ilegal de regalias a presos, transferências entre unidades prisionais, trabalhos externos e outras irregularidades.

Foram oferecidas três denúncias e, conforme apurado, há indícios de que servidores públicos recebiam vantagem pessoalmente e através da empresa de um apenado, que também contava com apoio de sua esposa. Apura-se também desvio na execução, na medida em que há elementos da realização de churrascos e festas no interior da unidade prisional, permitindo inclusive a utilização de aparelho celular.

Na decisão, foi autorizada a remessa dos documentos necessários para que a Sejus instaure processo administrativo disciplinar para apuração da conduta dos servidores.


Fonte: Rondoniagora
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem