Dor e revolta marcam enterro de trabalhadora que foi obrigada a baixar cabeça para ser executada

Uma mulher de 22 anos, identificada como Ana Bruna Rodrigues, foi executada a tiros enquanto trabalhava

Porto Velho, RO - Uma funcionária de uma loja de variedades, identificada como Ana Bruna Rodrigues, de 22 anos, foi morta enquanto trabalhava, na última sexta-feira (29), no Centro de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte.

Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram o momento em que o indivíduo, com o rosto encoberto e usando boné e roupas pretas, entrou no comércio e, após localizar a vítima e pedi-la que baixasse a cabeça, efetuou disparos contra ela. Na ocasião, a jovem não reagiu.

Nenhum produto da loja foi roubado pelo homem, que fugiu logo após o crime em uma motocicleta de cor preta. Segundo a Polícia Militar, a Polícia Civil deve investigar o fato, que possui características de execução.

A corporação militar foi chamada e isolou a área, realizou buscas na região pelo suspeito, mas não o encontrou.

Imagens do velório e do enterro da jovem, ocorridos no sábado (30) foram divulgadas nas redes sociais. A despedida reuniu muitas pessoas e teve muita comoção. Nas redes sociais, internautas estão clamando por justiça e tag #JustiçaPorAnaBruna está crescendo a cada minuto.

Veja vídeo:


Imagens do Plantão Cidade, Cm7
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem