Gás para Europa só voltará se sanções forem retiradas, diz porta-voz

Dmitry Peskov afirmou que sanções causaram problemas de gás

Porto Velho, RO
- O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse hoje (5) que o fornecimento de gás para a Europa só voltará a ser feito se sanções forem retiradas. Segundo ele, os problemas envolvendo o setor surgiram por causa de sanções que países ocidentais adotaram contra a Rússia e várias empresas.

Peskov voltou a culpar as sanções aplicadas pela União Europeia, o Reino Unido e Canadá contra Moscou pela interrupção do fornecimento de gás.

O gasoduto está em manutenção há várias semanas sob a alegação de que uma turbina está defeituosa.

Também hoje o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, assegurou que a contraofensiva lançada há uma semana para recuperar territórios ocupados pela Rússia no sul do país já resultou na libertação de duas cidades.

Sem adiantar detalhes, Zelensky afirmou que as bandeiras ucranianas estão voltando aos lugares onde deveriam estar por direito.


Fonte: Agência Brasil
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem