Porto Velho sedia o 6º Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de Rondônia

Representantes dos 52 municípios rondonienses e das 27 unidades federativas participaram do encontro

Porto Velho, RO
- Porto Velho sediou na última semana, o 6º Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de Rondônia, realizado pelo Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-RO). O encontro aconteceu no auditório do Golden Plaza Hotel e contou com a presença de representantes das secretarias de saúde dos 52 municípios rondonienses e dos 26 estados brasileiros, que fazem parte do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

O propósito central do encontro foi para debater estratégias e alinhar políticas públicas de saúde com troca de experiências entre representantes das 27 unidades federativas. Entre os temas discutidos no seminário estão a Rede de Atenção em Rondônia, ImunizaSUS, Atenção à Saúde de Populações Específicas, Atenção Básica, Assistência Farmacêutica e Judicialização da Saúde.

No total, mais de 400 pessoas participaram ativamente dos dois dias de congresso que começou às 8h de quinta-feira (1) e terminou por volta das 18h de sexta-feira (2). No final, uma reunião serviu para aprovar todas as propostas que foram feitas durante o congresso, com novas ideias para a melhorar a saúde em Porto Velho e em todo o país. 

"Esse encontro foi muito rico em informações e experiências que colocaremos em prática para melhor atender a nossa população”, ressaltou Eliana Pasini, titular da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa).

Wilames Freire, presidente do Conasems, explica que o encontro teve como proposta alinhar os trabalhos entre as secretarias municipais e estaduais junto ao Ministério da Saúde (MS) para atender as demandas da saúde pública no Brasil.

“Visualisamos sempre as situações dos municípios para fazer alinhamentos conceituais, preparando os gestores para olhar para a gestão focando na capacitação dos profissionais e melhorando o acesso da população aos serviços. Então, o congresso teve como finalidade orientar os gestores, orientar os técnicos, debater as necessidades da população e alinhar melhor as propostas para debater junto ao Ministério da Saúde as proposituras do Sistema Único de Saúde, visualizando os principais problemas enfrentados pelo estado de Rondônia”, explica Wilames Freire, presidente do Conasems.

Para Tatiane de Almeida Domingues, secretária municipal de saúde do município de Jaru e presidente estadual do Cosems-RO, o congresso foi uma oportunidade para alinhar estratégias de políticas públicas que vão otimizar a oferta dos serviços de saúde à população junto aos representantes de outros estados.

Estande foi montado para apresentar o Salta-Z

“Quando a gente traz um congresso como esse para Porto Velho, conseguimos oportunizar todos os profissionais e técnicos para trazerem pautas do nosso estado, aqui na região Norte, para que sejam incluídos como prioridade nas políticas públicas nas próximas portarias que serão emitidas para que consigamos alcançar os usuários dentro da nossa especificidade”, disse a presidente do Cosems-RO, Tatiane de Almeida Domingues.

SALTA-Z

Durante o 6º Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de Rondônia, um estande foi montado para apresentar aos participantes a Solução Alternativa de Tratamento de Água (Salta-Z), que é um projeto de cooperação entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Prefeitura de Porto Velho, através da Semusa, que transforma a água bruta do rio e de poços tubulares em água potável e própria para o consumo humano.

O sistema retira a água do rio, faz a filtração e desinfecção no dosador de cloro e conta com um reservatório de cinco mil litros. Atualmente, as comunidades de Calderita, Agrovila Rio Verde, Brasileira e Nova Aliança possuem o sistema instalado.


Fonte: Prefeitura de Porto Velho
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem