Rússia diz que bombardeiros estratégicos sobrevoaram mares do Pacífico

Também houve sobrevoos sobre mares de Bering e Okhotsk

Porto Velho, RO
- O Ministério da Defesa da Rússia disse nesta terça-feira (19) que dois de seus bombardeiros estratégicos Tu-95MS realizaram um voo de mais de 12 horas sobre o Oceano Pacífico, o Mar de Bering e o Mar de Okhotsk.

O voo dos aviões com capacidade nuclear ocorreu em um momento de alta tensão na guerra da Rússia com a Ucrânia e seu confronto com o Ocidente, depois que a Otan e os Estados Unidos disseram prever que a Rússia teste suas forças nucleares em breve.

As aeronaves foram escoltadas por aviões de combate MiG-31 e reabastecidas enquanto estavam no ar, disse o ministério, que descreveu a missão como "um voo programado sobre águas neutras", de acordo com as regras internacionais do espaço aéreo.

O ministério não especificou a rota, mas uma rota de voo sobre o Mar de Okhotsk e o Mar de Bering teria passado perto do Japão e dos Estados Unidos.

A Otan está realizando exercícios de preparação nuclear esta semana e disse que espera que a Rússia realize seus próprios exercícios nucleares em breve. O Kremlin afirmou nesta terça-feira que não tinha informações sobre isso.

Autoridades dos EUA disseram prever que os exercícios russos incluam o lançamento de testes de mísseis balísticos.

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou em 21 de setembro que estava preparado para defender a "integridade territorial" da Rússia por todos os meios, incluindo armas nucleares, se necessário.

Na semana seguinte, ele proclamou que a Rússia estava absorvendo quatro regiões ucranianas - uma ação amplamente condenada como ilegal pela Assembleia Geral das Nações Unidas - e as colocando sob seu guarda-chuva nuclear.


Fonte: Agência Brasil
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem