Criança de 3 anos é morta pelo padrasto após chorar por saudades da mãe

 

O homem admitiu o crime e acabou preso

Porto Velho, RO - Uma criança de 3 anos foi morta pelo padrasto, em Ceilândia (DF), após chorar de saudades da mãe. Após o crime, o homem de 24 anos levou o menino a um hospital e alegou que a vítima teria caído de bicicleta. Depois de ser confrontado, ele admitiu o crime e acabou preso. As informações são do Metrópoles.

A morte do menino foi confirmada logo depois de a vítima ter sido atendida e encaminhada ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), já em parada cardiorrespiratória. Com lesões incompatíveis com a versão do padrasto, os médicos acionaram a Polícia Civil. O suspeito foi conduzido à 19ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), onde assumiu a autoria do crime.

Na delegacia, o padrasto alegou que não tinha intenção de matar o menino e que queria “corrigir” o comportamento da criança, após uma “birra” pela ausência da mãe. “Ele foi autuado por homicídio qualificado”, disse o delegado Vítor de Mello, que lavrou o flagrante. “São lesões grandes, que nem condizem com essa versão que ele contou, mas vamos aguardar o laudo cadavérico para entender melhor”, completou.

A mãe da criança havia deixado o menor na responsabilidade do namorado, quando recebeu ligação do homem, informando a versão inventada sobre a queda de bicicleta. Ela voltou para casa imediatamente e, depois, foi comunicada sobre a morte do filho. Ouvida na delegacia, a mãe foi liberada.

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem