Homem obriga amigo a se suicidar após descobrir que a filha foi abusada por ele

 

Vídeos no celular do suspeito revelaram os abusos cometidos contra a menina de 9 anos. O homem morto foi obrigado a cavar a própria cova

Porto Velho, RO - Um homem foi condenado por obrigar o “amigo” a se suicidar, após descobrir que a filha de 9 anos era abusada por ele. Segundo informações do Daily Mail, os abusos aconteceram repetidas vezes. Vyacheslav Mastrosov, de 35 anos, descobriu o crime por meio de vídeos armazenados no celular de Oleg Sviridov. Em uma das gravações, a menina implora para ir embora. Com informações do R7.

Oleg teria recebido um ultimato de Mastrosov: ou se entregaria para a polícia ou teria que enfrentar as consequências. Segundo uma testemunha, Oleg foi espancado no último dia de vida, em setembro de 2021. Ele foi encontrado morto em uma floresta na região de Samara.

A investigação mostrou que Oleg foi obrigado a cavar a própria cova. Em seguida, os dois entraram em luta física. Apesar de não ter sido divulgadas informações mais detalhadas, em algum momento da briga, Oleg teria sido obrigado a se suicidar com uma faca.

Durante o julgamento, moradores do vilarejo de Pribrezhnaya arrecadaram dinheiro para cobrir os custos da defesa do pai da garota, e uma petição online pedia que ele fosse inocentado de todas as acusações, já que ele “salvou as crianças de um predador sexual”.

Condenado a um ano e meio de prisão, o russo foi liberado após seis meses de detenção. Depois da saída, ele publicou uma foto ao lado da esposa com a legenda: “Em casa. Amo muito vocês”.

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem