Fiscalização da Agero garante a segurança do transporte intermunicipal de passageiros em Rondônia

Porto Velho, RO - A segurança do transporte intermunicipal, que recebe um fluxo de demanda mais intenso neste período de viagens de final de ano, é garantida pela Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados do Estado de Rondônia – Agero, por meio de fiscalizações executadas nos terminais rodoviários, nos postos da Polícia Rodoviária Federal – PRF, e nos principais pontos de fiscalização nas rodovias estaduais.

De acordo com a diretora presidente da Agero, Silvia Lucas da Silva Dias, este ano foram realizadas cerca de 70 ações de fiscalizações, sendo que três aconteceram no mês de dezembro. A atuação da agência é fundamental para resguardar os passageiros de riscos de acidentes nas estradas devido à precariedade dos veículos e de serem lesados por serviços oferecidos de forma irregular.

Cerca de 70 ações de fiscalizações foram realizadas pela Agero em 2022


REGULAMENTAÇÃO

“O trabalho firme da Agero na regulação dos serviços públicos, especialmente quanto ao transporte intermunicipal, é fundamental para garantir que esse serviço seja prestado dentro da legalidade, o que garante o bem-estar e proteção dos passageiros. E o nosso objetivo é fortalecer ainda mais as ações de fiscalização, assim também como o trabalho de orientação aos prestadores do serviço e a toda a população “, disse o governador de Rondônia, Marcos Rocha. A fiscalização da Agero é feita principalmente nos veículos quando em embarque e desembarque de passageiros, com a verificação das condições gerais de segurança, higiene e conforto dos veículos, bem como no atendimento das gratuidades e benefícios impostos por lei.


A diretora presidente destaca o papel da Agero quanto à segurança

A diretora presidente, comenta ainda que, uma das grandes conquistas da Agero, dos quatro últimos anos foi a regulamentação do serviço de transporte alternativo de passageiros (táxi de rodoviária). ”Em 2022, concluímos cerca de 70% permissionários de táxis cadastrados e autorizados para realizar o serviço, e a nossa meta é legalizar 100% no próximo ano, o que traz segurança jurídica aos taxistas e principalmente aos passageiros”, relatou

DENÚNCIAS

Além da fiscalização de rotina, a ouvidora da Agência, Larissa Soares destaca que, as denúncias também dão origem às averiguações. A diretora presidente da Agero pede à população que evite fazer uso de serviços não autorizados e ajude na melhoria dos serviços públicos de transporte intermunicipal, denunciando irregularidades pelo contato (69) 98455-6845.

Fonte: Portal do Governo do Estado de Rondônia
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem