Detran reforça ações da Operação Lei Seca em cumprimento ao Código de Trânsito Brasileiro



PORTO VELHO, RO - Dando continuidade ao trabalho de segurança no trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) Rondônia tem realizado ações da Operação Lei Seca em todo o Estado, com medidas que têm flagrado condutores dirigindo veículos sob efeito alcoólico contrariando o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que diz que dirigir sob efeito de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência o cidadão deve ser enquadrado por crime de trânsito.

De acordo com o diretor de Fiscalização e Ações de Trânsito (Dtfat) e coordenador da Lei Seca em Rondônia, Welton Roney Ribeiro, a falta de conscientização de muitos condutores que ingerem bebida alcoólica e insistem em dirigir é muito grande. “Infelizmente nas operações da Lei Seca abordamos alguns motoristas que mal conseguem sair do carro e muito menos ficar em pé de tanto que ingeriram bebida alcoólica”, ressaltou Welton Ribeiro.

O Detran Rondônia está alerta e trabalhando para garantir maior segurança no trânsito do Estado. Welton Ribeiro também falou sobre as pessoas que ficam divulgando nos grupos de whatsapp onde está tendo fiscalização. “Quando a pessoa toma essa atitude, ela está contribuindo para que os crimes de trânsito ocorram, pois a pessoa vai mudar a rota e pode se envolver em um acidente em outra região da cidade”, afirmou.

Para burlar as informações nos grupos de whatsapp a operação Lei Seca passou a ser mais dinâmica, sendo realizada em dois ou três lugares diferentes da cidade e o resultado tem sido mais eficiência do que quando era realizado no mesmo ponto da cidade.

Depois que a Operação Lei Seca foi criada no Brasil, o número de acidentes de trânsito diminuiu consideravelmente. Dados estatísticos do Anuário do Detran comprovam essa redução, mas a quantidade de mortes causadas por acidentes de trânsito aumentou. Em Rondônia a Lei Seca foi implantada em 2012 e desde então o número de sinistros de trânsito tem diminuído, mas infelizmente o número de mortes no trânsito aumento no comparativo de 2019 para 2020. Isso significa que os acidentes estão mais violentos, justamente por causa do excesso de velocidade, por dirigir alcoolizado e desrespeitar a legislação de trânsito.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia


Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem