Motorista de App é preso com dois membros de facção armados com escopeta e pistola após perseguição



Porto Velho, RO - Dois membros do comando vermelho identificados como Luís Vitor de Sousa Garcia, 19 anos, Reginaldo Raimundo Silva, 29 anos e o motorista de aplicativo Leandro Henrique Costa da Silva, 21 anos, foram presos em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e direção perigosa, no final da tarde deste sábado (22), após uma intensa perseguição por várias Ruas do bairro Nova Floresta, zona sul de Porto Velho.

De acordo com base as informações precisas dos policiais militares da Força Tática do 9º batalhão, quando avistaram um carro de aplicativo modelo Ford Ká branco na Rua Sucupira, onde os policiais perceberam que o motorista ficou nervoso e os militares deram ordem de parada.

No entanto, o motorista empreendeu fuga e na Rua Netuno ao lado do Hospital João Paulo II, o veículo foi abordado e durante a revista foi encontrado duas armas, sendo uma longa calibre 12 de repetição com vários cartuchos e uma pistola calibre .40 com seis munições intactas, além de quatro munições calibre 22 intactas e um simulacro de pistola (Airsoft).

O suspeito Leandro se identificou como motorista de aplicativo e teria dito que acelerou o carro por que ficou com medo dos suspeitos fazerem alguma coisa com ele, porém, os policiais receberam informações que ele sempre presta apoio aos bandidos para cometerem crimes pela cidade.

Os policiais questionaram os suspeitos sobre a procedência das armas, mas eles apenas relataram que pertenciam a uma facção criminosa, a Polícia a acredita que eles iriam fazer assaltos pela região e receberam voz de prisão e foram conduzidos para o departamento de flagrantes onde ficaram à disposição da justiça.


Fonte: AloRondonia


Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem