Polícia Civil prende quatro suspeitos de assassinatos ocorridos em Porto Velho

Suspeitos mataram por causa de dívidas do tráfico de drogas e fraude no saque emergencial

Porto Velho, RO -
A Polícia Civil prendeu quatro suspeitos de assassinatos ocorridos em Porto Velho (RO). Dois suspeitos foram presos na manhã da última quarta-feira (1ª), outras duas prisões ocorreram na manhã desta quinta-feira (2).

A 2ª Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes contra a VIDA (2ª DERCV) deflagrou operação para cumprir dois mandados de prisão temporária.

A Polícia prendeu os suspeitos de terem matado Alexandre Cunha Santos a tiros, em 13 de fevereiro, no bairro São Francisco, na capital. De acordo com o Setor de Investigação e Capturas (SEVIC), os dois homens chegaram em uma moto e efetuaram os disparos a queima roupa na vítima.

As investigações apontam, que a motivação do crime seria uma dívida de R$ 1 mil oriunda do comércio de drogas, que um dos suspeitos possuía com a vítima. Para não pagar, ele chamou um comparsa e matou o credor.

Já na manhã desta quinta-feira (2), a 2° Delegacia de Homicídios deflagrou operação para cumprir dois mandados de prisão e dois de busca e apreensão, na casa de dois suspeitos de terem matado Alfrânio Barbosa Neves em Porto Velho.

Segundo a polícia, os suspeitos foram identificados após relatos de uma testemunha. Que disse que estava voltando para casa com a vítima em 14 de novembro de 2019. Quando os dois suspeitos saíram de um matagal armados.

A vítima saiu correndo, mas acabou sendo baleada nas costas. E morreu após 10 dias, depois de receber alta e passar mal em casa.

De acordo com as investigações, Alfrânio foi morto após descobrir que uma mulher estava recebendo o auxílio emergencial dele. E estava querendo que a mulher devolvesse os documentos.


Fonte: Diário da Amazônia 
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem