Catar criará 'tenda de sobriedade' para bêbados durante a Copa do Mundo

Consumo de bebida alcoólica pode levar à prisão no país, que cria 'alternativa' para punição no Mundial

Porto Velho, RO
- Diretor-executivo da Copa do Mundo no Catar, Nasser Al Khater afirmou na quinta-feira (13) que haverá zonas especiais para torcedores bêbados ficarem sóbrios. As "tendas de sobriedade" serão criadas pelo governo catari, com a anuência da Fifa.

A venda de álcool no país, que é proibida nas ruas, passará de bares -- geralmente nos hotéis -- para o entorno dos estádios, além das fan zones. As regras valerão apenas para a Copa do Mundo que acontecerá de 20 de novembro até 18 de dezembro.

Predominantemente muçulmano, o Catar restringe o consumo público de bebidas. A ideia de controlar que turistas fiquem embriagadas nas ruas é a de criar uma alternativa para a prisão, o que é estabelecido por lei no país.

- Existem planos para deixar as pessoas sóbrias se houver excessos no consumo de bebidas. Este será um lugar para garantir que eles se mantenham seguros e não prejudiquem ninguém - afirmou o executivo à Sky News.

Os torcedores que estiverem na "tenda de sobriedade" permanecerão por lá até que estejam lúcidos para serem liberados.

Além disso, Al Khater também comentou sobre outra polêmica da Copa no país: as leis anti-LGBTQIA+. O executivo garantiu que os gays poderão dar as mãos e não haverá discriminação no país. No Catar, não há o reconhecimento de casais do mesmo sexo, e alguns atos podem até ser punidos.

- Tudo o que pedimos é que as pessoas respeitem a nossa cultura. No final das contas, contanto que você não faça nada que prejudique outras pessoas, sem destruir propriedades públicas e se comportando de uma maneira que não prejudique ninguém, todos são bem-vindos no Catar, e não há por que se preocupar - disse.


Fonte: O GLOBO
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem