Aumentam bloqueios de rodovias em Rondônia

Porto Velho, RO - Em Porto Velho, um protesto pacífico, de dezenas de pessoas, que não reconhecem a eleição do ex-presidente Lula, completou uma semana nesta segunda-feira (7).

Famílias inteiras se revezam para garantir a continuidade do movimento, instalado na frente da 17ª Brigada de Infantaria de Selva (BIS), na rua Duque de Caxias, no centro de Porto Velho. Entre sábado e domingo a movimentação foi enorme e a ocupação aconteceu também em partes do campo em frente.

Os manifestantes defendem a intervenção militar e denunciam irregularidades por parte do STF. Eles informam que o movimento não tem data para acabar e aguardam um suposto dossiê, que seria divulgado pelas Forças Armadas, sobre a auditoria nas eleições.

Além da capital, manifestantes de várias localidades do estado estão no local, como São Miguel do Guaporé, São Francisco do Guaporé, Costa Marques, Brasilândia, Alta Floresta, Monte Negro, Jacinópolis, Rio Parto, Buritis, Machadinho do Oeste, Candeias do Jamari, distrito de Triunfo, Nova Mamoré, distrito de Jaci-Paraná e extrema, Alto paraíso e Rolim de Moura.

BLOQUEIOS DE RODOVIAS



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou na manhã desta segunda-feira (7), que as BRs364 e 429, voltaram a ser bloqueadas por manifestantes em cinco cidades de Rondônia.

Os bloqueios ocorrem em Vilhena, Pimenta Bueno, Ariquemes, com dois pontos de bloqueio, Cacoal e São Miguel do Guaporé.

Na semana passada, uma grande operação foi montada pelas forças policiais para desobstruir todos os bloqueios existentes no estado.

As BRs chegaram a ficar 100% desbloqueadas, conforme as atualizações da PRF, mas nesta segunda-feira, alguns pontos voltaram a ser bloqueados.

Confira no Vídeo



Fonte: RONDONIAGORA
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem