Sogro mata genro após filha ser agredida com socos e chutes

Neto do suspeito ligou falando sobre a violência sofrida pela mãe; antes de morrer

Porto Velho, RO - Um homem de 53 anos é o principal suspeito de matar a tiros o genro, de 32, no distrito de Cruzinha, em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, nessa segunda-feira (31). A motivação do homicídio seria o fato da vítima agredir constantemente a esposa. Antes de morrer, ele foi visto pedindo água para vizinhos.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher revelou que estava em casa quando o homem chegou de uma carreata. Segundo ela, o parceiro estava muito agressivo e passou a agredi-la com socos e chutes no rosto, tanto que ela apresentava diversos hematomas.

A violência foi presenciada pelo filho do casal, de 12 anos, que ligou para o avô materno contando tudo que o pai fazia contra a mãe. O homem foi até o imóvel e passou a discutir com o genro. A filha dele, juntamente com o neto, deixaram a casa temendo que alguma coisa acontecesse com ela.

Quando a PM foi chamada para comparecer no distrito, já encontrou a vítima caída na rua e sem sinais vitais. A morte foi constatada pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A perícia identificou uma perfuração nas costas.

A vizinhança relatou que antes de morrer, a vítima bateu nos portões de moradores pedindo água. O homem era conhecido por sempre bater na companheira. O suspeito do crime fugiu e não foi localizado até o encerramento da ocorrência na 9ª Delegacia de Polícia Civil de Minas Novas.

Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem